Agende seu horário: (031) 99666-7255

Os mineiros no Minas Trend Verão 2017

O clássico foi uma das referências da 18ª edição do Minas Trend, que aconteceu no início de abril. A semana de moda em Belo Horizonte é conhecida pela variedade de marcas e expositores. Ao todo, foram 219 expositores, sendo 37 novatos. No estado famoso pelos bordados e pedrarias, o feito à mão ainda foi um dos destaques da semana.

Este ano, o evento elegeu o tema “Essência” como referência da temporada Verão 2017. Nas passarelas, o DNA criativo das grife foi o grande destaque, atendendo a uma demanda mais autoral e diferenciada.

Para prestigiar os estilistas e grifes mineiras, nós, da Madre Store ficamos de olho no que os mineiros mostraram nas passarelas e nos corredores da semana de moda. Separamos um pouco de cada um e o que mais se destacou. Ficou curiosa? Confira a nossa seleção especial do Minas Trend Verão 2017.

 

Fabiana Milazzo

A mineira Fabiana Milazzo deu o start na temporada do Minas Trend com muito romantismo e uma pegada grunde. A estilista apostou na rebeldia do movimento, unindo as pérolas e jeans detonado. Mas do que a estética do grunge, a estilista quis destacar a pegada sustentável “inventada” por eles.

Na passarela, uma mistura de jeans detonado com rendas, xadrex e look pijama nos vestidos de festa e o vazado imitando o macramê. Os vestidos de festa apostam nas transparências, rendas, decotes e menos bordado. A cartela de cores passeias nos tons pasteis e suas variantes.

18.1

Sônia Pinto

Participando pela primeira vez de um evento comercial desde o Grupo Mineiro de Moda, a mineira Sônia Pinto levou às passarelas mineiras uma coleção atemporal, sem muita definição de gênero e estação, mas com muita personalidade. Ideal para as mulheres que não querem passar despercebidas.

Com matéria prima importada de alta qualidade, a estilista apresentou modelagens com recortes irregulares e detalhes que lembram origami, tudo inspirado na filosofia oriental.

18.2

 

Plural

Para o verão 2017, a marca mineira Plural se inspirou na delicadeza e na força das mulheres, na luta pela igualdade de gênero, e em seu desejo de traçar o próprio caminho, repleto de encantos e contradições.

A modelagem fluida, longilínea e sofisticada proporciona um estilo contemporâneo e descomplicado, com vários contrastes entre o solto e o marcado, entre os tons fortes das estampas e o suave dos rosados e citricos, entre as tramas vazadas e as fechadas. Destaque para o plissado nos vestidos em três tons muito fortes para o verão: o rosa, o amarelo e o coral alaranjado.

18.3

 

Vivaz

Na última temporada, a Vivaz já havia sinalizado uma vontade de retratar uma mulher mais jovem e contemporânea, atrás de uma festa mais casual. Nessa edição, lançou a Viva, uma linha mais fresca, sem bordados ou brilho.

Inspirada pelo ciclo da vida das borboletas, a marca trouxe uma série de peças com muita fluidez em longos vestidos, saias mullet, sobreposições e camadas.

18.4

 

Faven

Madame Bovary foi a grande inspiração da marca Faven, que continua com sua pegada mais moderna, mas com muito romantismo. Com a pegada boudoir da personagem, a marca levou à passarela peças com cara de lingerie, como o bojo aparente em um tomara-que-caia e renda francesa escapando por baixo dos babados. Mas ainda assim, a marca não perdeu seus pontos-chave, da silhueta casual com pontas assimétricas, ombros à mostra e padrões bold.

Parece que a tendência Slip Dress, que falamos em outro post, vai continuar em alta. E nós estamos adorando a ideia, e você?

18.5

 

Confraria

Criada pela mineira Ana Paula Ávila, a marca mineira situada em Brasília, estreou na passarela já com quase 20 anos de estrada. Especializada em bolsas, sapatos e acessórios de couro, a marca levou ao evento um verão autoral e com essência, resumindo os 18 anos de história da Confraria. A marca apostou no junco, fibra nativa da Amazônia, que assumiu o papel de protagonista, até a linha de luxo com cristais e couros sintéticos. Os formatos de cesto se destacaram no desfile, com uma pegada mais romântica.

Apaixonamos por todas as bolsas e queremos várias!

18.6

 

Cajo

Em sua primeira vez nos corredores da semana de moda mineira, a marca Cajo, da designer de moda Carol Caetano, apresentou uma coleção exclusiva de moda festa. A marca buscou nos encantos do espetáculo Joya de Cirque Du Soleil a inspiração para criar as peças batizadas de Raridade. O hit da temporada ficou a cargo das peças com informações de lingerie, rendadas e repletas de transparência. Os vestidos podem ser em linha A, godês, tubulares, amplos ou sereia.

 

18.7

 

Arte Sacra

Para a temporada Verão 2016, a Arte Sacra buscou inspiração na beleza delicada e atemporal dos templos budistas para criar a coleção Verão 2016 – Joy. Com diferentes aplicações e mix de materiais que revisitam as décadas de 50 e 70, a marca investiu na elaboração de preciosos detalhes para tornar seus looks únicos. As texturas são banhadas por cristais, vidrilhos e pedras. Os comprimentos curtos, glamurosos decotes e padronagens que acompanham o tom fresh da temporada passeiam por toda a coleção.

Nós, da Madre Store, adoramos a coleção e já estamos pensando no próximo vestido de festa para você alugar.

18.8

 

 

Ficou animada com as novidades? Está cheia de ideias de looks na cabeça? Então vem compartilhar com a gente aqui na Madre Store e alugue o seu próximo vestido de festa!

Fotos: Agência Fotosite

Horário de atendimento de 10h às 19h
Rua Espírito Santo, 2.727 / 1.410 - Lourdes - Belo Horizonte - MG | Estacionamento no local
Copyright 2014 Madre Store | Todos os Direitos Reservados